Polícia Civil prende suspeito de homicídio em Coronel Fabriciano

Ronilton Silva Brande, 32 anos, foi preso nesta quinta-feira (30), em operação realizada em Coronel Fabriciano, na região do Rio Doce do Estado. Ele é suspeito de matar João Jorge Barboza, 61, conhecido como “Jorge Lava Jato”, no último dia 22 de novembro.

A vítima, que era bastante conhecida na cidade, foi assassinada na porta de casa, no bairro Nossa Senhora do Carmo, por diversos disparos de arma de fogo. As investigações demonstraram que Jorge foi morto por tentar defender seu filho, que teria tido uma discussão no interior de um bar. O suspeito confessou o crime e alegou que a vítima teria tentado lhe matar.

Fonte: Polícia Civil

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui