Polícia identifica mulher que teria espalhado áudio sobre possível massacre em escola de Nova Era

A Polícia Militar de Nova Era identificou uma mulher que divulgou um áudio nesta segunda-feira (29), com informações falsas de que um homem estaria planejando um massacre na escola Nossa Senhora de Fátima, que fica na cidade.  Segundo o áudio, espalhado em vários grupos de WhatsApp, a mulher dizia que o suspeito planejava o ataque com a participação de um adolescente. Segundo a mulher, uma professora da escola estaria humilhando as crianças com palavras “pesadas” e insultando os alunos, e que esse poderia ser um dos motivos para o massacre. Mas tudo não passou de boatos maldosos, segundo a polícia.

O tenente Moreno, da Polícia Militar, que comanda o policiamento na cidade, divulgou um áudio na noite de ontem dizendo que a mulher teria sido identificada e que um boletim de ocorrências foi confeccionado e que ela deverá responder pelo ato.

Mais tarde a mulher divulgou novo áudio dizendo que apenas teria feito um comentário com uma amiga no domingo, e que o áudio teria sido espalhado nas redes sociais da cidade. Ela disse que a polícia esteve em sua casa e que tudo não passou de “conversa de crianças” e que não ocorrerá nenhum massacre na escola.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui