Polícia Militar apreende grande quantidade de drogas em João Monlevade

Foram apreendias 130 pedras de crack e uma arma de fogo na operação

Em uma operação desencadeada pela equipe do Pelotão Tático Móvel da Polícia Militar de João Monlevade, foram apreendidas 130 pedras de crack, uma porção e fragmentos da mesma substância, uma balança de precisão e dois celulares.

A ocorrência foi registrada na Rua Marques de Tamandaré, no bairro Novo Cruzeiro por volta das 10h da manhã dessa sexta-feira (4).

Um home de 18 anos de idade foi preso em flagrante, suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas na região. Foi na casa dele que a polícia registrou na noite de ontem uma ocorrência em que foram disparados cerca de oito tiros no portão da residência. A polícia acredita que a motivação do crime esteja relacionada a disputa pelo tráfico de drogas naquela região.

Após ocorrência de disparos de arma de fogo no bairro Novo Cruzeiro, ocorridos na data de ontem (3), a polícia intensificou o patrulhamento na região e durante patrulhamento populares informaram que em uma residência estariam ocorrendo tráfico de entorpecentes e que havia criminosos escondidos lá.

Os militares entraram na residência e encontraram um homem fracionando pedras de crack. Durante buscas na casa e nos pertences do suspeito foi encontrada uma pedra maior da droga que estava escondida embaixo do cobertor, além de um prato, onde estava uma porção de farelo de crack, os quais eram acondicionados em sacos plásticos. Foram encontradas ainda mais 130 pedras da droga, já prontas para o comércio.

Segundo a polícia o homem assumiu a propriedade da droga e que teria adquirido em Belo Horizonte, em um aglomerado conhecido como Morro das Pedras e pago por elas a quantia de R$1 mil e que, após fracionada, renderia cerca de 300 pedras do entorpecente. O suspeito disse ainda que estaria ocorrendo uma guerra na disputa pelo tráfico de drogas na região e com o dinheiro da venda daquele matéria seria usado para compra de armas de fogo.

Uma arma de fabricação caseira foi apreendida. O homem detido negou a autoria dos disparos

Sobre os disparos realizados na noite anterior em sua residência, ele disse que o alvo seria o irmão dele e que somente não foi atingido porque fugiu e se embrenhou em um matagal.

Já por volta das 17h, ainda durante patrulhamento pelo Bairro Nova Monlevade os policiais efetuaram a prisão de um dos suspeitos de ser o autor dos disparos contra a residência do rapaz detido por tráfico de drogas.

Com ele foi apreendida uma arma de fogo de fabricação caseira, calibre 32, que estava municiada com um cartucho.

O suspeito disse que comprou a arma de fogo por R$700,00, também para se defender na guerra pelo tráfico na região.

De acordo com populares, disparos de arma de fogo são frequentes naquela região e os criminosos costumam intimidar moradores por meio de ameaças, de forma a permanecerem no anonimato.

No celular apreendido a polícia encontrou diálogos entre o suspeito e outros homens, dando conta de uma quadrilha atuante na prática de crimes diversos na região, tais como roubos, tráfico de drogas e comercialização de armas de fogo.

Os dois homens detidos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com os materiais apreendidos.

Publicidade

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta para PM apreende cerca de 130 pedras de crack no Novo Cruzeiro | O Popular Cancelar resposta

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui