Major Jayme Alves, comandante da PM na cidade

No próximo dia 02 de outubro, serão realizadas as eleições em todo o país, onde os eleitores votarão em seus candidatos para prefeito e vereador. Trata-se de um momento importantíssimo para a democracia e que definirá o destino de cada município para os próximos quatro anos.

Desta forma, o comando da Polícia Militar de João Monlevade está preparando uma grande estrutura de policiamento com o emprego de todo o seu efetivo policial visando garantir a segurança durante o processo na cidade, bem como o bom andamento dos trabalhos da justiça eleitoral.

Anúncios
Continue lendo após o anúncio

santinhosO reforço policial começará na madrugada de sábado (1º) para domingo (2) visando coibir crimes eleitorais ou outros delitos vinculados ao pleito eleitoral. Diante disso, é importante que os eleitores e também os candidatos exerçam o seu direito de votar, sem comprometer o ambiente de segurança pública, pois as infrações eleitorais serão coibidas com a prisão dos autores e apreensão do material utilizado.

Segundo o major Jayme Alves, comandante da PM, além do policiamento ostensivo, militares a paisana também estarão nas ruas desde sábado a noite até o final das votações no domingo. “Quem for pego jogando “santinhos” nas ruas e próximo das seções eleitorais será preso em flagrante por crime eleitoral. O veículo será apreendido, o material recolhido e, quem for detido, somente será liberado no final da tarde pra ele exercer seu direito de voto. O período de campanha do candidato (a) termina no dia 1º e o dia 02 é eleitor. Por tanto nós (Polícia Militar) não vamos permitir crime eleitoral em João Monlevade e nem na nossa região”, disse o major.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui