A onda de assaltos relacionados à busca de jogadores por pokémons, após o lançamento do jogo de realidade aumentada Pokémon Go no Brasil, já chegou ao interior de Minas Gerais. Desde quarta-feira (3), já foram registrados roubos de celulares de pessoas que jogavam nas cidades de Ituiutaba e Barbacena.

De acordo com a Polícia Militar (PM), nesta sexta-feira (5) cinco celulares foram furtados de pessoas que procuravam os bichinhos virtuais em locas públicos de Ituiutaba. Na parte da manhã, um furto aconteceu na avenida Sete e outros dois próximo à rodoviária da cidade, no Centro.

Anúncios
Continue lendo após o anúncio

Além disso, já no início da tarde desta sexta foram registrados outros dois assaltos na praça Alcides Junqueira, localizada no bairro de mesmo nome. Ainda segundo a PM, em todos os cinco casos os jovens foram abordados por autores em motocicletas.

Um jovem de 19 anos e um adolescente de 16 foram detidos suspeitos dos crimes realizados na praça. Os telefones foram recuperados e a dupla foi reconhecida pelas vítimas. A polícia segue em busca de identificar e prender os autores dos demais roubos.
13873010_944706242322277_8662312326366765425_n

Já na quinta-feira (4), dois adolescentes que não tiveram suas idades divulgadas tiveram seus telefones roubados enquanto tentavam caçar pokémons na BR-265, próximo ao Parque de Exposições Senador Bias Fortes. O pai de uma das vítimas contou à PM da cidade que estava com sua esposa e os adolescentes quando eles saíram de perto da família para tentar captar sinal de GPS.

 

Em determinado momento os adolescentes foram abordados por um homem negro, portando uma arma de fogo cromada. Durante buscas o suspeito chegou a ser avistado pela polícia com outro homem próximo à um matagal, porém, por estarem em um lugar de difícil acesso, acabaram conseguindo fugir.

Durante a fuga, a capa protetora de um dos telefones roubados chegou a ser descartada. O suspeito não foi localizado.

Em Belo Horizonte, dois jovens de 15 e 19 anos foram roubados na região do Barreiro, em Belo Horizonte, após se distraírem procurando pokémons na região. De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, as vítimas contaram que estavam na rua Cana da Índia procurando os monstrinhos quando dois homens apareceram.

Os bandidos anunciaram o assalto e ordenaram que o celular fosse entregue. Após pegar o aparelho, a dupla mandou que os jovens saíssem andando e não olhassem para trás. Caso contrário, os ladrões iam atirar.

Esta semana, a Polícia Militar de Minas Gerais, por meio da página no Facebook PMMG Mirim, criou um alerta para os jogadores. De acordo com com chefe da sala de imprensa da corporação, capitão Flávio Santiago, na busca dos monstrinhos pelas ruas o jogador pode perder a atenção para o que acontece ao seu redor. E é aí que mora o perigo.

“Quando a pessoa está olhando para o celular, ela perde a visão difusa. Com isso o risco de acidentes ou até de se tornar vítima de um criminoso pode aumentar. É necessário ficar atento a cruzamentos, a outras pessoas que estejam próximas e evitar lugares afastados”, disse o policial.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui