O juiz da 130ª zona eleitoral de Ipatinga, Antônio Augusto Calaes de Oliveira, ministrou nesta terça-feira, 27, uma palestra para militares da 12ª RPM,14º BPM, 58º BPM, 12ª Companhia de Polícia Militar Independente de Policiamento Especializado e 12ª Companhia Independente de Meio Ambiente e Trânsito sobre as eleições do próximo dia 02 de outubro. O magistrado falou sobre os crimes eleitorais mais comuns e as ações a serem adotadas pela Polícia Militar.O promotor Francisco Ângelo Assis também esteve presente no evento.

Conforme o juiz, o treinamento foi voltado para as tratativas, como boca de urna, transporte irregular e alimentação gratuita de eleitores. A partir desses ajustes, foram acertadas as ações que a PM irá desenvolver “ Os crimes que forem praticados no estado de flagrância resultará na prisão dos infratores. Ninguém está aqui para tornar o processo eleitoral um período de prisão indiscriminada. Vamos votar cada um com seu candidato, mas sem perturbar a vontade alheia e o processo eleitoral”.

O crime de boca de urna, atualmente, tem um perfil diferenciado, já que existem as redes sociais. De acordo com o Dr. Antônio Augusto Calaes de Oliveira, aquele cidadão que pedir voto através das redes de relacionamento no dia da eleição também estará praticando a boca de urna. “ Não é só distribuir santinho. As pessoas se esquecem que utilizar esses recursos tecnológicos para esse tipo de comunicação é crime. Então, se abstenham dessa prática”, ressaltou.

O comandante da 12ª Região da Polícia Militar, Coronel Edvanio Rosa Carneiro, informou que a PM tem um planejamento para o período antes, durante e depois das eleições. “ Em todos os locais de votação teremos policiais a pé, dessa forma podemos estar presente de forma ostensiva. Vamos coibir com rigor a prática da boca de urna. Após o pleito, também teremos militares no policiamento. Nas últimas eleições, um dia antes do pleito apreendemos oito veículos que estavam jogando santinhos nas ruas”.

O Coronel informou ainda que as urnas eleitorais ficarão concentradas no 14º Batalhão a partir de sábado, 01, e no dia da eleição serão encaminhadas as seções sob escolta.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui