Dezenas de pombos mortos e fezes dos animais foram encontrados em caixa d´águas e próximo dos reservatórios do posto de saúde do bairro Novo Cruzeiro. Alguns animais que estavam dentro das caixas foram retirados. No entanto, penas dos bichos ainda boiavam na água que era usada no posto e para o atendimento odontológico da unidade.

O presidente do Conselho de Saúde do bairro, José Aureliano de Souza, fez a denúncia da invasão das aves na unidade de saúde no dia 10 de outubro. A reclamação foi feita durante reunião mensal do Conselho Municipal de Saúde. Na época, ele pediu que a situação fosse checada e a Prefeitura ficou de fazer a retirada dos bichos do local. Na última segunda-feira (23), funcionários do posto de saúde reclamaram do cheiro da água e o gerente da unidade, José Benício Werneck novamente pediu que o problema fosse sanado.

O mau cheiro continuou e conselheiros locais foram nessa quarta-feira (25) na Secretaria de Saúde pedindo soluções imediatas. Funcionários da Secretaria de Obras estiveram no local e comentaram com o gerente que havia pombos na caixa d´água.

Não satisfeitos, conselheiros, um agente da Vigilância em Saúde (Visa) e o membro da Comissão de Saúde da Câmara, vereador Belmar Diniz (PT) subiram na laje que abriga as três caixas d´água e encontraram um cenário de horror. Por todo lado há fezes de pombos, animais mortos e ninhos com filhotes. Alguns pombos em decomposição e molhados foram achados ao lado das caixas, o que leva a crer que os funcionários retiraram as aves de dentro dos reservatórios e as jogaram no chão.

Pouco depois, o secretário de Obras, Damião José Teodoro de Castro e o encarregado de limpeza estiveram no posto para tomar providências em relação à sujeira e os pombos.
Parte do atendimento na unidade foi interrompido e segundo informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura, será retomado amanhã (26).

Ainda conforme o assessor de comunicação, Will Jonny, o problema foi ocasionado por um serviço mau feito no local por um servidor público. “O funcionário deveria ter feito o trabalho de uma maneira e não fez. Quando foram verificar os pombos já haviam tomado o local”, apontou o assessor que disse também que o servidor será penalizado.

Vaquinha para análise da água

Com medo de uma possível contaminação, funcionários do posto de saúde fizeram uma “vaquinha” para analisar a qualidade da água da unidade. O resultado deve sair em dois dias.

Membro da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores, Belmar Diniz comentou a situação; “É um descaso danado e não estão dando importância com a saúde. É uma Irresponsabilidade muito grande. Não queremos alarmar a população, mas é preciso falar sobre o assunto e alertar sobre uma possível contaminação. Sugiro que façam análise de água e exames”, concluiu.

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui