População de Antônio Pereira ganha reforço na saúde e na assistência social

As instituições de saúde e desenvolvimento social de Antônio Pereira acabam de ganhar um reforço para ampliar os serviços prestados à população. Na última semana, representantes da Prefeitura de Ouro Preto e da mineradora Vale assinaram Termos de Pactuação que visam a ampliação de políticas públicas sociais e de saúde no distrito. O recurso financeiro de aproximadamente R$ 2,5 milhões será repassado pela Vale ao Executivo Municipal.

Como parte do Plano de Compensação e Desenvolvimento da Vale para Antônio Pereira, os Termos de Pactuação de Saúde e de Assistência Social reforçam o compromisso da empresa em reparar os impactos provocados pelas evacuações preventivas no distrito.
Sobre o Termo de Pactuação de Saúde, que está na fase 2, o valor total de cerca de R$ 2,2 milhões será aplicado na contratação temporária de equipe multidisciplinar, aquisição de bens e equipamentos e reforma da Unidade Básica de Saúde (UBS) para contribuir com a atenção biopsicossocial em Antônio Pereira, por meio da implantação de ações de prevenção, promoção e recuperação de saúde, além de aumentar a resolutividade das ações de saúde dentro do território.

Representantes da Prefeitura de Ouro Preto e da mineradora Vale assinaram Termos de Pactuação que visam a ampliação de políticas públicas sociais e de saúde em Antônio Pereira. Foto: Neno Vianna

Para isso, este Termo destaca quase R$ 1 milhão para viabilizar a contratação temporária de equipe multidisciplinar, composta por dois psicólogos, um assistente social e um assistente administrativo. O restante do montante será destinado à viabilização do projeto de reforma e adequação da UBS (em torno de R$ 725 mil) e à aquisição de insumos e equipamentos para a UBS e para o setor de Reabilitação Física a ser implantado na unidade (cerca de R$ 480 mil).

Já o Termo de Pactuação de Assistência Social, cujo recurso é de cerca de R$ 365 mil, tem o objetivo de ofertar um acolhimento integral e adequado em seus diversos níveis interprofissionais, gerando um atendimento de qualidade para crianças, adolescentes, adultos e pessoas idosas, em respeito às necessidades gerais e específicas de cada público.

Do recurso total para a assistência social, aproximadamente R$ 240 mil serão aplicados na contratação temporária de equipe multidisciplinar de apoio à já existente no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), composta por um psicólogo, um assistente social, um pedagogo e um auxiliar de serviços gerais. O restante do investimento (cerca de R$ 124 mil) será destinado para a aquisição de materiais, móveis e equipamentos para a reestruturação do CRAS, como a compra de um automóvel, entre outros itens. O espaço do CRAS já havia sido completamente reformado pela Vale e entregue em 2021.

O gerente de sustentabilidade da Vale, Lucas Soares Silva, destacou o compromisso da mineradora para promover ações de desenvolvimento que deixem um legado para a comunidade. “Mais uma vez, reforçamos o nosso compromisso de estar aqui ao lado da população e de buscar sempre o melhor no distrito, para poder construir essa relação cada vez mais forte em Antônio Pereira”, afirmou.

Para o prefeito de Ouro Preto, Angelo Oswaldo, a população de Antônio Pereira ganha com a união entre os setores público e privado. “Nós estamos hoje aqui, concretizando um passo inicial para celebrar o propósito de união do poder público, iniciativa privada e comunidade, o que constitui uma política pública. Parabéns, Antônio Pereira, por mais essa conquista, pela transformação e mudança para melhor, mudança de atitude, de crescimento e de conquista”, disse.

O secretário municipal de Saúde, Leandro Moreira, ressaltou a importância da iniciativa. “Muito importante a assinatura do termo hoje. Nós já estamos em um processo de construção em relação às necessidades de Antônio Pereira. As próximas etapas são a reforma e ampliação da UBS, e continuamos com o nosso compromisso de garantir uma saúde de qualidade para a população”, reiterou.

Já o gerente de Assistência Social da Secretaria de Desenvolvimento Social, Luiz Gustavo de França, relatou que o Termo de Pactuação foi um processo construído por várias mãos, desde 2021. “A parceria acontece e já temos o retorno. Estamos conseguindo conversar com a Vale e com as empresas do Pereira. O retorno é principalmente para a comunidade, e para todos nós também”, avaliou.

Plano de Compensação e Desenvolvimento

A Vale não tem medido esforços para compensar a comunidade de Antônio Pereira pelos impactos provocados pelas evacuações preventivas, em 2020, para a descaracterização da barragem Doutor, na mina Timbopeba. Em conjunto com a comunidade e o Poder Público, a empresa tem desenvolvido e colocado em prática soluções para promover transformações duradouras no distrito.

O Plano de Compensação e Desenvolvimento de Antônio Pereira, com orçamento de R$ 55 milhões, continua a entregar resultados. Em agosto deste ano, a população recebeu a Quadra e a Praça do Areião completamente reformadas, contribuindo para o lazer da comunidade local.

Para o fortalecimento da economia, destacam-se o Programa Capacitar e o Programa FortaleSer. O primeiro consiste em capacitações e tem olhar voltado para a ampliação da empregabilidade, da diversificação econômica e do aumento das possibilidades de geração de renda no distrito, onde serão criadas mais de 400 vagas para seis diferentes áreas de atuação. Já o Programa FortaleSer, que teve início em junho de 2023, busca gerar sustentabilidade e empoderamento de entidades sociais do distrito.

Além de projetos de fortalecimento da economia local, equipamentos públicos e associações foram revitalizados e reformados em Antônio Pereira, como a Fundação Sorria, a Associação de Artesãs Artes, Mãos e Flores e a Escola Daura de Carvalho, dentre outros.

Publicidade