Uma aeronave da Polícia Militar foi usada para transferir a vítima para um hospital em Belo Horizonte

Uma tentativa de duplo homicídio foi registrada por volta das 07h40 desta quinta-feira (27), em João Monlevade.

A motivação do crime, segundo a polícia, teria sido uma cerca que estava sendo reconstruída pelos irmãos Carlos Eduardo da Rocha, 38 e Sônia Silveira Rocha de Freitas, 41, em um terreno que faz divisa com a propriedade de Fagner de Freitas Silva, 27, no Bairro Tanquinho I.

fotoBastante inconformado com a situação, Fagner começou a questionar a posição da cerca, dando início a uma discussão. Em seguida apossou-se de uma alavanca de ferro maciço e desferiu vários golpes contra Carlos Eduardo e Sônia Rocha. Após o crime evadiu do local tomando rumo ignorado.

As vítimas foram levadas ao Hospital Margarida por uma viatura da Polícia Militar, enquanto outra tentava localizar o suspeito.

A mulher sofreu ferimentos na cabeça e uma fratura no braço direito. Já Carlos teve ferimentos em várias partes do corpo, principalmente na cabeça, cujo diagnóstico médico foi de um traumatismo craniano encefálico, e teve de ser transferido em uma aeronave Pegasus da Polícia Militar de Minas Gerais, para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, devido a gravidade dos ferimentos.

O Polícia Militar realizou intenso rastreamento à procura do autor, mas até o momento ele não foi encontrado.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui