Uma mulher, de 18 anos, viveu momentos de terror nas mãos dois homens, de 34 e 22 anos, e de um menor de 17 anos, por volta das 23hs do último domingo (29). Ele foi espancada violentamente, sofreu tentativa de afogamento e humilhada com palavras de baixo calão.  O caso ocorreu na Zona Rural da cidade de Alvinópolis.

A vítima contou para a Polícia Militar, que tudo isso aconteceu porque seu namorado, de 34 anos, teria ficado com ciúmes ao saber que ela estava conversando com outro rapaz.

O agressor teria chegado até sua residência em uma motocicleta, e a chamou para conversar. Quando a vítima saiu de casa, o homem começou xingá-la, a pegou pelos cabelos e a arrastou até uma praça.

Em seguida o autor teria ligado para o rapaz, de 22 anos, e pediu para que ele descesse até a porta da casa da vítima e pegar a motocicleta. Na sequência os homens levaram a vítima até uma cachoeira, que fica na região e começaram a espancá-la e a seguravam pelo pescoço e pelos cabelos, colocando sua cabeça dentro da água até ficar ser ar, repetindo isso por várias vezes.

Neste momento o menor, de 17 anos, chegou e ajudou a segurar a vítima enquanto era agredida com socos no rosto, no estômago e com chutes.

A medida que a mulher era agredida, era ameaçada de morte pelo homem, de 34 anos, dizendo que ela não sairia viva do local.

Após as agressões, já por volta das 05h da manhã, ela foi levada para a casa do namorado onde ficou trancada em cárcere privado durante todo o dia, sendo ameaçada e insultada por ele.

Ainda segundo relatos da vítima para a polícia, ela foi liberada somente por volta das 17h.

Os homens, de 22 e 34 anos, fugiram na moto antes da chegada da viatura policial e não foram localizados pela Polícia Militar.

Após intenso rastreamento a guarnição localizou o menor infrator que foi apreendido e conduzido até a Delegacia da Polícia Civil, em João Monlevade.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui