Vista parcial do centro comercial de João Monlevade (Bell Silva)

A prefeita Simone Carvalho (PTB) assinou na manhã desta quinta-feira (17), o novo decreto nº 143/2020 que “determina horário de funcionamento de atividades comerciais com potencial de aglomeração de pessoas para enfrentamento da situação de emergência pública causada pelo coronavírus”. A medida vale a partir de amanhã, sexta-feira (18), e determina mudanças no horário de funcionamento do comércio em geral.

A decisão é para conter os efeitos da pandemia em João Monlevade. As ações foram definidas em conjunto, após reunião com o promotor de justiça Igor Cisteli, no Fórum Milton Campos, realizada na tarde de ontem. Participaram da reunião, além da atual prefeita, a secretária adjunta de Saúde, Claira Ferreira, e a procuradora jurídica, Racíbia Moura. Também estiveram presentes o prefeito eleito, Laércio Ribeiro (PT), o vice Fabrício Lopes (Avante), representantes do Hospital Margarida, da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e da Associação Comercial, Industrial e Prestação de Serviços (Acimon).

O novo decreto determina os seguintes horários para o funcionamento dos estabelecimentos:

  • Comércio em geral, funciona de 9h às 18h, de segunda a sexta-feira; sábado de 9h às 13h e domingo fechado.
  • Academias de ginástica funcionam de 7h às18h de segunda a sexta-feira.
  • Clubes: todos os dias de 9h às 18h.
  • Bares e restaurantes todos os dias, 9h às 21h.
  • Distribuidoras de bebidas funcionam de 9h às 18h de segunda a sexta. Sábado de 9h às 13h e domingo fechadas.
  • Supermercados em geral ficam abertos de 9h às 21h de segunda a sexta. Sábado e domingo de 9h às 18h.
  • Salões de beleza, clínica de estética e barbearias funcionam de segunda a sábado de 9h às18h.
  • Farmácias funcionam de 7h às 21h todos os dias.
  • Feiras e sacolões (hortifrutis) de 9h às18h de segunda a sexta e sábado e domingo de 9h às 13h.

Fica obrigatório o uso de máscaras nas ruas e avenidas, dentro dos estabelecimentos comerciais, nos pontos de ônibus, no transporte público, nas praças e demais locais públicos.

Permanecem proibidas festas, música ao vivo, atividades artísticas, como produção teatral, musical e de dança e circo; bibliotecas, feiras, congressos, exposições, casas de festas, serviço de bufê; sinuca; serviços de colocação de piercings e tatuagens.

Continuam em horários normais, as atividades de distribuidora de gás, padarias, postos de combustíveis, oficinas mecânicas, hospital e demais serviços de saúde, serviço funerário, coleta de lixo e segurança privada.

Os estabelecimentos autorizados a funcionar deverão utilizar até 50% da capacidade de lotação e obedecer rigorosamente aos protocolos sanitários. O uso de máscaras será obrigatório nas ruas e nos estabelecimentos.

Transporte coletivo

A Prefeitura também orienta que, em caso de filas, deve-se manter a distância mínima de um metro entre as pessoas. O transporte coletivo deverá ser feito sem exceder a capacidade de 10 passageiros em pé.

A Prefeitura também informa que, em caso de regressão da onda ou aumento do número de casos, o poder Executivo poderá suspender a realização de outras atividades. Essa decisão não impede a adoção de novas medidas de contenção da Covid-19, casos necessária.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui