A cerimônia de Diplomação foi realizada nesta segunda-feira (12) no Plenário da Câmara Municipal

Na tarde desta segunda-feira (12), a prefeita eleita de João Monlevade, Simone Carvalho (PSDB), o vice Fabrício Lopes (PMDB), os 15 vereadores e seus suplentes foram diplomados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A cerimônia foi realizada no Plenário da Câmara Municipal e comandada pelo juiz eleitoral Rodrigo Braga Ramos.

O magistrado enfatizou que a diplomação, além de ser o reconhecimento solene dos eleitos, confere ao candidato [diplomado] a aptidão para o exercício do mandato, além de culminar todo o processo de sufrágio que o antecede. “Mas a diplomação não que significa o encerramento do processo eleitoral, já que existem demandas ainda serem avaliadas e decididas”, pontuou Rodrigo Braga.

Juiz Eleitoral Rodrigo Braga conduziu o ato de diplomação dos eleitos em João Monlevade
Juiz Eleitoral Rodrigo Braga conduziu o ato de diplomação dos eleitos em João Monlevade

O juiz destacou ainda durante a cerimônia que o pleito, apesar de exigir do magistrado decisões rápidas, muitas vezes contundentes e outras vezes incompreendidas propicia intenso e prazeroso trabalho. “É extrema dificuldade citar as inúmeras tarefas inerentes ao trabalho dos magistrados, mas não tenho dúvidas de que a função eleitoral é das mais relevantes, afinal as suas decisões interferem diretamente na vida da comunidade. As ações e decisões eleitorais devem respeito ao emaranhado de regras e princípios que às vezes até os mais experimentados da ciência jurídica desconhecem, tentam ignorar ou pelo menos divergem fervorosamente a respeito de sua forma de incidência. A dinâmica dos acontecimentos exige intervenções rápidas da Justiça Eleitoral, com agilidade para garantir a lisura do pleito e a preservação aos direitos fundamentais que exigem muito mais esforço do que se supõe”, comentou.

Desafios

DIPLOMACAO NA CAMARA 071O juiz eleitoral pontuou também que nessas eleições a Justiça enfrentou desafios. O maior deles, segundo magistrado é convencer os cidadãos sobre a importância do voto. Isso porque, ainda conforme o discurso do juiz Rodrigo Braga, muitas pessoas estão desacreditadas com a classe política devido a crise pela qual o país passa. “A conscientização é um dever árduo”, falou.  Finalizando o seu posicionamento, o juiz eleitoral ponderou que durante as eleições preparatórias para as eleições municipais chegou a comentar que acreditava que o pleito seria pautado por uma nova mentalidade do eleitorado, o que foi concretizado com o resultado final, segundo ele.

Bell Silva
Vice-prefeito Fabrício Lopes e Juiz Eleitoral Rodrigo Ramos

Para exemplificar as colocações, Rodrigo Braga citou o número de abstenções nas eleições (cerca de 20,30% dos votos válidos) e votos brancos e nulos que chegaram a 10,2% dos votos válidos. A pequena diferença entre o eleito e o segundo colocado, apenas 126 votos, foi também lembrada por ele. “Uma análise, ainda que superficial aponta que parcela considerável do eleitorado está decepcionada com classe política de um modo geral e outra parcela mostra o eleitor um pouco mais consciente do seu papel, sabedor da importância e valor do seu voto”, falou o juiz que completou: “faço votos para que essa exigência continue não só nas próximas eleições, mas a partir de agora e diariamente com o povo fiscalizando e cobrando ações que foram prometidas e que especialmente sejam realizadas para fazer de João Monlevade cada vez melhor”.

Orgulho em ser vereador

Em nome dos eleitos, o presidente da Câmara, vereador Djalma Bastos (PSD) discursou. Em sua fala o parlamentar exaltou o orgulho em ser vereador e disse aos novatos queespera que eles sintam o mesmo. Ele também enfatizou que a crise política vivenciada no Brasil tem afetado a classe como um todo fazendo que parcela da população fique desacreditada. “Precisamos acima de tudo sermos transparentes e termos coragem para legislar. Quem vai tirar o país da crise somos nós, os cidadãos brasileiros”, frisou.

Bell Silva
Djalma Bastos falou da importância da função dos novos vereadores eleitos

Djalma pediu aos leitos que a legislatura seja feita de maneira séria. “Vamos trabalhar com afinco e coragem. Não é fácil, mas estamos aqui para isso”, comentou o presidente que finalizou: “Simone e Fabrício farão no Executivo um trabalho responsável para representar Monlevade com muita coragem”.

Vereadores Diplomados

Diplomação dos Vereadores para a gestão 2017/2020

Vereadores Suplentes

Fotos do Evento

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui