A discussão do reajuste salarial dos servidores públicos de João Monlevade começou e promete render longos capítulos neste ano. A prefeita Simone Moreira apresentou ao sindicato da categoria – o Sintramon – proposta de aumento salarial de 0%. Ela também disse que não tem condições de dar ajuste no vale-alimentação do funcionalismo. A alegação é falta de repasses do governo do estado e o déficit de mais de R$ 25 milhões nos cofres públicos.

O índice sugerido pela prefeita foi apresentado nesta semana aos servidores em assembleia da categoria. Eles rejeitaram a a proposta e preparam uma manifestação para a próxima quarta-feira (27). O funcionalismo público também deliberaram sobre o estado de greve.

O Sintramon propôs à administração municipal de João Monlevade reajuste salarial de 7% para os funcionários, mais vale-alimentação linear para todas as categorias, de R$ 350.  O índice apresentado tem como justificativa a recuperação da perda inflacionária do último ano e garantia de aumento real aos servidores. Para o cálculo é levado em conta a inflação de março de 2018 a março de 2019, mês da data base dos funcionários da Prefeitura.

No ano passado, o reajuste dos servidores só foi aprovado no mês de julho. O índice de aumento foi de 2,29% nos salários e R$ 35,00 no vale-alimentação.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui