Prefeita se diz tranquila com processo de cassação

há anos não era celebrado pelo poder Executivo na cidade e foi resgatado em 2017, a partir de determinação da prefeita Simone Moreira

A prefeita de João Monlevade, Simone Carvalho Moreira (PSD)B0, em nota enviada à imprensa na manhã desta terça-feira (20), sobre o processo de cassação que enfrenta, se diz tranquila. “Com relação à decisão do Juiz Eleitoral de João Monlevade, informo que estou muito tranquila, respeito a sua decisão, mas não concordo com ela. Reafirmo que nada tive ou tenho a ver com matéria publicada em jornal.Os nossos advogados já estão cuidando do assunto em Belo Horizonte.O meu vice-prefeito Fabrício Lopes, o nosso secretariado, o funcionalismo público e eu continuamos trabalhando normalmente”, traz o texto.

A prefeita Simone Carvalho e o vice-prefeito, Fabrício Lopes (PMDB) tiveram os mandatos cassados. A sentença que foi publicada ontem (19) é do juiz eleitoral da comarca da cidade Rodrigo Braga Ramos. O magistrado determinou ainda novas eleições em João Monlevade, e a inelegibilidade de Simone e Fabrício.

Da decisão cabe recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Eles continuam no cargo enquanto aguardam o julgamento da apelação. Caso a cassação seja mantida pelo TRE, prefeita e vice serão imediatamente afastados dos cargos e novas eleições são convocadas no município.

A cassação do mandato é fruto de Ação de Investigação Judicial Eleitoral. Movida pelo Ministério Público, na qual é atestado que a chapa vencedora nas eleições foi beneficiada em matérias e artigos assinados publicados pelo Jornal O Celeste, o que configura abuso de meio de comunicação social no pleito.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui