Prefeita é contra retorno imediato de aulas presenciais em João Monlevade

A prefeita de  João Monlevade, Simone Moreira (PTB), segundo o seu assessor de Comunicação Thiago Moreira, deve assinar um decreto contra a volta imediata às aulas em João Monlevade.

“A prefeita julga que não é o momento adequado sem vacinas e que, mesmo que a decisão não seja popular com todos, prefere tomar tal atitude do que ser co-responsável pela morte de algum profissional da Educação ou aluno. Ela também considera que o ano já está no final e seria ainda mais penoso para as famílias uma volta agora”, escreveu o assessor em sua rede social.

Na semana passada, questionada sobre o retorno das aulas presenciais na cidade, por meio de sua Assessoria, a prefeita Simone ponderou que o assunto seguia em discussão com a Secretaria Municipal de Educação e especialistas da área.

O governo de Minas Gerais anunciou a autorização para a volta das aulas presenciais no estado para as cidades que estão no programa Minas Consciente. Como noticiado pelo site O Popular, a decisão final sobre reabertura ou não das escolas caberá aos prefeitos.

Números em Monlevade

Até o final deste domingo (4), em João Monlevade, 13 pessoas morreram em decorrência da Covid-19. Os casos positivos na cidade chegam a 1.362.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui