Prefeitura de Alvinópolis suspende atendimento à população por causa de incêndio

Os atendimentos à população que são realizados no prédio da Prefeitura de Alvinópolis estão suspensos até o dia 31 de outubro em razão de um incêndio criminoso ocorrido na tarde de ontem (25), na sede administrativa.

A informação consta em decreto assinado pelo prefeito João Batista Mateus de Moraes (Galo Índio – PTB) e publicado nesta quinta-feira. No documento o chefe do Executivo alega que a suspensão dos atendimentos externos é necessária porque o incêndio afetou a estrutura arquitetônica do prédio, a rede de informática, parte elétrica e mobiliários que ficam no segundo andar.

Confira o decreto na íntegra:

O incêndio

O incêndio no prédio da Prefeitura de Alvinópolis foi provocado por uma mulher de 44 anos, que não teve o nome revelado. A suspeita – que faz tratamento psicológico – vai responder por incêndio ao patrimônio público. Ela foi conduzida para a Polícia Civil.

A mulher alegou que  teria ido pedir ajuda financeira e, segundo a mesma, foi mal atendida. Com isso, a suspeita ficou nervosa, foi a uma loja perto do prédio comprar álcool e fósforo e ateou fogo no saguão da prefeitura. A pintura do local, dois sofás, uma caixa de distribuição de energia elétrica e quadros foram danificados.

Segundo a PM, os Bombeiros foram chamados, mas o incêndio acabou controlado por pessoas que estavam próximas.

 

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui