Participantes da Audiência aprovaram o documento - Elisângela Bicalho

A Prefeitura de São Gonçalo do Rio Abaixo realizou, na noite de segunda-feira (19), a Audiência Pública de apresentação do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB).

Anúncios

O documento, elaborado com a participação da comunidade, é um elemento norteador de formulação das políticas públicas no setor de saneamento. Essas ações deverão ser executadas nos próximos anos para os sistemas de água, esgoto, resíduos sólidos e drenagem urbana de toda cidade. A elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico é uma exigência do novo contexto institucional vigente.

Continue lendo após o anúncio

Na abertura do evento, o secretário de Meio Ambiente, Mário Neto, falou da relevância da implantação do plano para a melhoria da qualidade de vida da população. “O saneamento reflete diretamente na saúde dos moradores. Estudos comprovam que quanto mais se investe nessa área, menor é o índice de infecções e doenças do cidadão, o que, consequentemente, representa uma redução de custos com internações”, ressaltou o secretário. Mário Neto abordou também a necessidade da busca de recursos para investimento no setor de saneamento. “Se o município não tiver o plano, não haverá possibilidade de captar recursos para o setor”, informou.

Os trabalhos da Audiência foram conduzidos pela coordenadora de Projetos Ambientais da SHS Engenharia Sustentável, Sheilla Vilela. Durante sua explanação, a coordenadora apontou pontos críticos e destacou algumas questões nas quais o município já avançou.  “São Gonçalo é o único município, dentre os nove da Bacia Hidrográfica do Rio Piracicaba, que está mais adiantado na gestão dos resíduos sólidos”, afirmou.

Após discussões sobre as etapas do Plano Municipal de Saneamento, o documento foi aprovado pelos participantes da Audiência e, após revisado, será encaminhado para apreciação e aprovação do Legislativo.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui