Igreja de São Sebastião de Vargem Alegre

A Prefeitura de São Gonçalo do Rio Abaixo vai entregar à comunidade no próximo domingo (20) a igreja de São Sebastião de Vargem Alegre totalmente reformada. A restauração do templo religioso era uma solicitação antiga da comunidade que há 20 anos requisitava reparos no local.

As obras de restauro arquitetônico e paisagístico tiveram início no segundo semestre de 2016 e consistem em reformas no telhado e torre, pintura, serviços elétricos, sonorização e paisagismo no entorno da igreja. Os recursos aplicados correspondem a R$ 360.864,73, sendo R$ 331.692,12 provenientes da Prefeitura, por meio do Fundo de Preservação do Patrimônio Cultural, e R$ 29.172,61 investidos pela Paróquia São Gonçalo. Os serviços foram executados pela Yapi Engenharia Ltda.

A reforma está de acordo com o projeto proposto pelo Conselho Municipal de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de São Gonçalo do Rio Abaixo e contempla toda a parte referente à estrutura, cobertura, drenagem, pintura e elétrica.

A solenidade de reabertura do templo religioso será precedida de procissão de cavalheiros e devotos, com concentração às 15h em frente à Escola de Tempo Integral de Vargem Alegre. O cortejo sairá às 15h30 rumo à igreja, onde será celebrada a missa solene marcada para as 16h.

Igreja de São Sebastião de Vargem Alegre

Tombada pelo patrimônio histórico municipal em abril de 2008, a igreja tem sua origem datada no final do século XIX. Com autorização do Bispo D. Antônio Maria de Correa de Sá Benevides, os fiéis se mobilizaram para adquirir meio alqueire de terra e construir o templo em homenagem a  São Sebastião. Por volta de 1900, o mesmo já se encontrava erguido, tendo autorização do Monsenhor Telles para celebração dos ofícios religiosos.

O forro da capela mor apresenta pintura com imagem do padroeiro. Seu interior é composto por um altar mor e dois laterais. Segundo relatos havia também um altar colateral à esquerda. A sua frente existe um Cruzeiro contendo elementos alusivos à Paixão de Cristo. Em 1944, a igreja foi reconstruída e benta com a devida licença de Dom Helvécio Gomes de Oliveira.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui