Prefeitura de São Gonçalo promove Campanha de Multivacinação

Dia D será no próximo sábado (16), em todos os postos da cidade

A vacinação começa hoje (28) a partir das 13h30

A Prefeitura de São Gonçalo do Rio Abaixo, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Vigilância em Saúde, promove até o dia 22 de setembro a Campanha de Multivacinação 2017, para a atualização da caderneta de vacina de crianças e adolescentes menores de 15 anos.

A campanha começou na última segunda-feira (11), nas Unidades Básicas de Saúde do município, que funcionam das 8h às 17h. No dia 16, sábado, ocorre o Dia D deMultivacinação, quando todos os postos estarão abertos em horário normal.

Com o slogan “Sua proteção começa com o cartão”, a campanha objetiva sensibilizar a população sobre a importância de estar com o cartão de vacinação em dia e também aproveita para alertar as pessoas para se vacinarem contra a Febre Amarela.

Clique na imagem para ampliar

Cartão de Vacinação

Trata-se de um documento indispensável, uma vez que o controle das vacinas pode evitar uma série de doenças. Assim, não só crianças, como adolescentes e adultos, devem manter suas vacinas em dia.

Caso não esteja de posse do cartão de vacinação, por motivo de perda ou dano, é recomendado que o usuário procure o serviço de saúde que costuma vacinar ou que faça parte de seu território de abrangência. Mais informações pelo telefone 3820-1835.

Mudanças

Este ano, o SUS trouxe importantes alterações no Calendário Nacional de Vacinação. O objetivo é otimizar a cobertura vacinal no país e ampliar grupos e faixas etárias com o intuito de deixar uma maior parcela da população mais protegida. Entre as novidades, estão a entrada de vacinas como a HPV, meningocócica C, tríplice viral e varicela, além da hepatite A.

Apesar de não haver um calendário específico, o público feminino tem uma atenção especial, principalmente as gestantes. Mulheres de 12 a 49 anos que não receberam a tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola) na infância devem procurar um posto de saúde, antes da gestação, para evitar a transmissão da rubéola para o bebê. A dupla adulto e a vacina contra a hepatite B também devem ser administradas para que o recém nascido não corra o risco de sofrer com doenças como o tétano neonatal e hepatite B. As mulheres grávidas também fazem parte do público alvo da vacina contra a gripe.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui