Prefeitura faz sindicância para investigar irregularidades no prédio da Secretaria de Saúde

A sindicância foi proposta diante dos recursos públicos que foram destinados ao local, para que ele tivesse uma função pública na área de saúde, e da condição em que foi entregue a atual administração

O prefeito de João Monlevade Dr. Laércio Ribeiro (PT) determinou a abertura de uma sindicância em caráter especial no prédio onde encontra-se a sede da Secretaria Municipal de Saúde, que abrigou o antigo Pronto Atendimento (PA).
A sindicância foi proposta diante dos recursos públicos que foram destinados ao local, para que ele tivesse uma função pública na área de saúde, e da condição em que foi entregue a atual administração.

Dr. Laércio Ribeiro (PT), determinou a sindicância diante do estarrecimento dele ao visitar o segundo andar do prédio no início do mandato. O objetivo é apurar se ocorreu ou não a malversação de recursos públicos no local.

No dia 2 de março, o prefeito nomeou os membros da comissão que é integrada por cinco representantes de quatro secretarias e uma divisão: Secretaria de Obras, Eduardo Bastos; Secretaria de Saúde, Mirellié Santos; Chefe de Gabinete, Geraldo Giovani Silva; Procuradoria Jurídica, Cristiano Vasconcelos e da Vigilância em Saúde (Visa), Viviane Ambrósio.

Dietas

Um dos objetos a serem investigados pela sindicância será as dietas que não se encontravam armazenadas de acordo com o manual de boas práticas de nutrição enteral, como foi denunciado pelo vereador Revetrie Teixeira (MDB) esta semana.

Em visita ao antigo PA, o vereador constatou a situação, ao verificar uma série de dietas enterais fora do prazo de validade e armazenadas de forma incorreta. As dietas foram adquiridas na gestão passada e estavam escondidas em um banheiro, fato que causou estranheza na administração.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui