O índice foi levado para assembleia da categoria, na última segunda-feira (2) e recusado por unanimidade (Arquivo/OP)

Os servidores públicos de João Monlevade rejeitaram o reajuste salarial de 3,29% proposto pela prefeita Simone Moreira (PSDB). O índice foi levado para assembleia da categoria, na última segunda-feira (2) e recusado por unanimidade. A Prefeitura não propôs aumento do vale alimentação dos funcionários.

Anúncios

Diante da recusa dos servidores, a presidente do Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de João Monlevade (Sintramon), Isaura Tereza Bicalho, encaminhou ofício à prefeita solicitando nova reunião para negociação coletiva. No documento, com data do dia 3 de março, a sindicalista pede ainda que os dados financeiros apresentados pelo Executivo sejam esclarecidos. O encontro ainda não foi agendado.

Continue lendo após o anúncio

No ano passado, o reajuste salarial do funcionalismo público foi de 5,38%. Para 2018, a proposta enviada à Prefeitura é de aumento de 10% e o valor de R$ 350,00 no vale alimentação de todos os funcionários. O benefício, segundo o Sintramon, não é reajustado de 2014.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui