Prefeituras de Monlevade, Itabira e São Gonçalo não são alvos de investigação da Polícia Civil

As prefeituras das cidades de João Monlevade, São Gonçalo do Rio Abaixo e Itabira não foram, até o momento, alvo da investigação da Polícia Civil a acerca de fraude em processo licitatório para a compra de equipamentos e insumos de combate ao coronavírus.

A afirmação consta em nota divulgada nesta quinta-feira (29), pelo delegado regional da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil em João Monlevade, Paulo Tavares. O documento aponta também que prefeitos não foram alvos de investigação.

A operação policial ocorreu na semana passada. A Polícia Civil cumpriu 11 mandados de busca e apreensão, sendo nove em João Monlevade, um em São Gonçalo do Rio Abaixo e outro em Itabira.

Os mandados foram cumpridos em empresas e residências de investigados, apontados na investigação como membros de uma quadrilha especializada em fraudar processo licitatório. O esquema criminoso teria causado prejuízo inicial estimado, até o momento, em cerca de R$ 250 mil aos cofres públicos.

As delegacias regionais de João Monlevade e Itabira deram o apoio logístico e efetivo necessários ao cumprimento dos mandados.

Confira a nota na íntegra clicando aqui.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui