Leris Braga é prefeito de Santa Bárbara

A gestão Leris, que completou seis meses, vem tomando corpo e tem o aval dos demais prefeitos que compõem a Amepi. Eles, inclusive, deram “carta branca” ao gestor para que Leris faça mudança e corte de pessoal que possam gerar economia à instituição. A decisão de concentrar essas tarefas na mão do presidente foi definida no final do mês passado, em reunião. Na época, Leris pontuou que 64% dos gastos da Amepi são com pessoal e 36% com custeio.

No pacote de cortes de pessoal foram incluídos o Secretário Executivo, Eduardo Quaresma e a Assessora de Comunicação, Maria Auxiliadora Soares. Os mesmos terão suas funções temporariamente suprimidas pelos demais membros da equipe. A Amepi também vai substituir o contrato de dois engenheiros por um profissional que será admitido por processo seletivo. Esses cortes e modificações, segundo Leris, vão gerar economia anual de 173.160,52, o que representa mais de 10% da receita da Amepi.

“Todo o processo de transformação e mudança causa desconforto, senão não se implantam as mudanças que precisam acontecer. Ou a gente cria consciência delas para enfrentá-las ou vai haver um processo de transformação profundo, sem essa consciência. Nesse cenário de crise, a sociedade requer da gente uma postura nova. Imaginem aquele município que precisa ofertar ações sociais e cesta básica, por exemplo, para aquela pessoa que não tem o alimento; que não tem onde morar. O mesmo dinheiro que compra a cesta básica está indo para a Instituição também. A Amepi também recebe esse dinheiro. E aí fica a pergunta: qual é o meu papel enquanto Presidente? Fazer valer os princípios da administração pública. E, ainda, prestar contas do trabalho para a sociedade”, pontuou o presidente.

Nova Metodologia

Ainda conforme o presidente Leris Braga, as ações são parte de uma nova metodologia de trabalho que busca readequar a estrutura administrativa da Amepi, trazendo uma nova dinâmica às funcionalidades da instituição, com alterações estruturais. Entre elas está a adequação de cargos que criam, por exemplo, a função de Auxiliar de Serviços Gerais (em substituição ao antigo cargo de Faxineiro) e o cargo de Analista de Planejamento e Relações Institucionais.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui