Presidente volta a defender a diminuição de direitos dos trabalhadores

O presidente Jair Bolsonaro participou da abertura do evento ligado à Federação Nacional de Distribuidores de Veículos (Fenabrave) no país e, em seu discurso, destacou a medida provisória que permite a publicação de balanços de empresas de capital aberto sem custos.

O Congresso da Fenabrave é o maior evento do setor de distribuição da América Latina e o segundo maior do mundo. Autoridades presentes no evento destacaram a necessidade de medidas contra a burocracia para facilitar o trabalho dos empresários. O presidente do Brasil voltou a defender a diminuição de direitos dos trabalhadores para geração de mais empregos.

Como medidas para ajudar o setor automotivo, Bolsonaro destacou o projeto de lei que altera as regras de validade da carteira nacional de habilitação, de cinco para 10 anos. Além de aumentar a pontuação de 20 para 40 pontos para que a carteira seja suspensa. Defendeu ainda que o exame médico para a CNH possa ser feito por qualquer profissional habilitado.

Bolsonaro voltou a defender a indicação de seu filho, Eduardo Bolsonaro para embaixada dos Estados Unidos, alegando que ele é qualificado por falar inglês, espanhol, ter passado no concurso da polícia federal, ter 2 mandatos como deputado federal e ser próximo do presidente americano Donald Trump.

O presidente finalizou dizendo que espera entregar um país melhor em 2022 ou 2026.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui