O trabalho realizado pelas equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em operações de combate à sonegação fiscal, em Minas Gerais, já bate recordes no ano de 2020. O volume de bebidas alcoólicas apreendido este ano já é quase o triplo de toda a quantidade apreendida no ano de 2019. Se comparado ao ano de 2018 o número chega a ser seis vezes maior. De 1º de janeiro até 15 de setembro de 2020, foram apreendidos 500 mil litros de cerveja no estado. Ao longo dos anos de 2019 e 2018, a PRF apreendeu 186 mil litros e 77 mil litros, respectivamente, da bebida sendo transportados sem a devida documentação fiscal nas rodovias federais de Minas Gerais.

A apreensão mais recente ocorreu ontem (15) em Teófilo Otoni, onde um carregamento avaliado em R$200 mil foi interceptado no km 278 da BR-116. A carga somou sozinha 40 mil litros de cerveja sem o devido recolhimento de tributos.

Em agosto deste ano, outro flagrante chamou a atenção, quando três carretas foram apreendidas na mesma noite em Juiz de Fora e em Congonhas, na BR 040, com cargas avaliadas em cerca de R$ 800 mil.

Neste ano, a PRF registrou 271 ocorrências de crimes tributários nas rodovias federais do estado. O número já supera a quantidade de registros feitos em todo o ano de 2019, quando foram lavradas 234 ocorrências de crimes tributários pela instituição em Minas Gerais.

Sonegação fiscal

Sonegar imposto é crime previsto na legislação brasileira, acarretando multas elevadas para as empresas e, caso comprovado o envolvimento, funcionários e donos podem ser responsabilizados. O não pagamento de impostos reduz a arrecadação do governo contribuindo diretamente para a diminuição da oferta de serviços públicos essenciais, como construção de escolas e hospitais, que beneficiam principalmente as pessoas mais pobres. Por isso, ajude a Polícia Rodoviária Federal a combater esse ilícito denunciando através do telefone 191. tributários pela instituição em Minas Gerais.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui