Processo administrativo é aberto contra empresa que asfaltou estrada das Pacas

Queda de barranco é um dos problemas registrados em trecho da estrada de Pacas

A prefeita de João Monlevade, Simone Carvalho Moreira (PSDB), abriu processo administrativo contra a empresa Engepav, devido às obras de asfaltamento da estrada Pedro Dias Bicalho (Pacas) – trecho de João Monlevade até a divisa com a cidade de São Gonçalo do Rio Abaixo. Isso porque a obra, que deveria ter sido entregue há um ano, se arrasta e apresenta diversos problemas estruturais. Para finalizar os serviços, vários aditivos ao contrato da empresa com a Prefeitura foram firmados.

Anúncios

O vereador Thiago Araújo (Titó –PDT) foi quem tornou a informação pública, durante reunião da Câmara de Vereadores de João Monlevade, na tarde da última quarta-feira (22). O parlamentar, que tem feito diversas denúncias em relação à obra de asfaltamento, salientou que o processo foi aberto em 30 de janeiro e o prazo para o término dos trabalhos está previsto para ainda esse mês, caso não seja necessária a prorrogação do prazo.

Continue lendo após o anúncio

A estrada de Pacas, do trecho do bairro Cachoeirinha até o município vizinho tem quase cinco quilômetros e já custou aos cofres públicos mais de R$ 1 milhão. A estrada, que serviria como acesso alternativo à BR-381 apresenta queda de barrancos, buracos na pista, desmoronamento de canaletas e outros problemas. Segundo Titó, em sua defesa, a empresa responsável pelos serviços alega que parte das soluções das questões não é de sua competência e sim da administração municipal.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui