Procon investiga suposta propaganda enganosa de celular da marca LG

O Procon-MG, órgão integrante do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), instaurou Investigação Preliminar para apurar suposta propaganda enganosa do aparelho de celular LG G2 LITE, da empresa LG Eletronics da Amazônia Ltda. De acordo com denúncias de consumidores, a propaganda informa que o telefone possui memória de 4GB, mas somente 1,5 GB está disponível aos usuários, visto que mais da metade da memória é ocupada pelo sistema operacional.

O promotor de Justiça de Defesa do Consumidor de Belo Horizonte Amauri Artimos da Matta explica, na peça de abertura do procedimento, que a Investigação Preliminar pretende apurar se o fabricante está colocando produtos com vício de informação no mercado de consumo e se a empresa está adotando providências para sanar o problema.

O promotor pede ainda que as pessoas que tenham constatado o mesmo vício de informação na propaganda do celular LG G2 LITE façam uma reclamação no site do Procon-MG (http://www.mpmg.mp.br/areas-de-atuacao/defesa-do-cidadao/consumidor/reclamacao-consultas/). Na hora de registrar a reclamação, os consumidores devem anexar cópia de documentos relacionados ao caso para constarem da investigação aberta pelo órgão de defesa do consumidor.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui