Camila e a mãe Jane: mortas a facadas no mês passado.

A professora Jane de Fátima Gandra, de 41 anos, e a filha dela, Camila Loureira Gandra, de apenas 5 anos, foram brutalmente assassinadas a facadas. Jane era natural de São Domingos do Prata e morava há alguns anos em Betim, onde trabalhava numa escola. O crime foi descoberto ontem (17) e a polícia acredita que tenha sido motivado por questões passionais.

Depois de não ir trabalhar por dois dias, um funcionário da escola avisou a família da professora sobre o sumiço dela. Quase simultaneamente a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima dando conta do assassinato.

Quando os militares chegaram na casa da professora, no bairro Laranjeiras, em Betim, encontraram um cenário de filme de terror. Jane foi morta com 34 facadas no rosto e no peito. A pequena Camila foi executada com um corte profundo no pescoço. A criança deitada na sala e a mãe em cima da cama, com sangue para todo o lado. O duplo assassinado deve ter ocorrido entre a madrugada e a manhã da última terça, já que as vítimas foram vistas por vizinhos caminhando pelo bairro na noite dessa segunda (16).

A suspeita dos policiais é que o autor seria um conhecido da família, pois não há sinal de arrombamento no imóvel e nada foi roubado. Além disso, eles desconfiam de que o criminoso queria matar somente a mulher, mas executou a criança como queima de arquivo, já que seria uma pessoa próxima e a pequena poderia reconhecê-la. Tudo, porém, está no campo das hipóteses. “A casa está intacta. Tudo leva a crer que se trata de crime passional, a princípio”, diz o sargento Cláudio Araújo, do 66º Batalhão.

Um irmão de Jane contou para a polícia que a professora tinha passado a semana do Dia das Crianças com os pais na cidade natal deles, São Domingos do Prata, e tinha voltado nessa semana para Betim. De acordo com o irmão, Jane era viúva há quatro anos. Ele afirmou não saber de nenhum relacionamento recente dela.

Jane e a filha Camila são veladas na comunidade de Amoras, em São Domingos do Prata. O sepultamento será na tarde dessa quarta-feira (18), no distrito de Vargem Linda.

Publicidade

3 COMENTÁRIOS

  1. É triste, principalmente uma criança que não tem maldade nenhuma no coração e fazer essa covardia. Se às nossas leis não mudarem, os criminosos que vão comandar o Brasil. Posso tá errado, um caso como esse, descobriu quem foi, foi provado mesmo quem é o assassino, pena de morte. Uma pessoa desta, não se redime, é muita ruindade no coração.

  2. Um crime desse deveria ter pena de morte ao mesmo modo, matou com 34 facadas, irá morrer com 34 facadas! Sou completamente contra prisão para esse tipo de criminoso. Gente ruim a esse nível não mudam nunca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui