Nesta segunda-feira (31/10), o poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade completaria 114 anos. Para homenagear a referência literária e cultural, diversas programações foram preparadas, em todo o país, para lembrar um dos grandes poetas brasileiros, aquele que projetou as letras de Minas para o mundo.

Em Itabira, cidade natal do escritor, a “15ª Semana Drummondiana” desperta arte e poesia pelas ruas itabiranas. Neste ano, a Prefeitura de Itabira, a Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) e a Vale prepararam uma programação que se dedica à obra do escritor e ao fomento da literatura.

A cidade recebe nomes importantes da literatura, cortejos, intervenção poética, contações de história, sarau, palestras, mesas redondas, entre outros. O objetivo é difundir e fomentar a busca por novas práticas literárias.

“Em Itabira, temos diversos escritores e manifestações artísticas que, com certeza, tiveram inspirações na obra do nosso poeta maior. O nosso desafio nesta edição da Semana Drummondiana é oportunizar na cidade a vivência com a literatura por meio de interversões no cotidiano das pessoas, onde pontos de ônibus, ruas, praças e escolas públicas e privadas possam se tornar espaços de difusão da obra Drummondiana e da literatura brasileira”

Em 2016, a Semana Drummondiana está homenageando os livros “Claro Enigma” e “Contos de Aprendiz”, valorizando a memória do escritor e poeta Carlos Drummond de Andrade, com uma “Seleção Nacional de Poesias” que busca descobrir e incentivar novos talentos.

A explosão e o acúmulo de conhecimento humano e a rapidez com que as informações estão chegando até as pessoas modificaram e ampliaram profundamente a função da escrita na sociedade contemporânea e, consequentemente, a leitura também assumiu novas dimensões, exigindo novos parâmetros para a constituição do leitor atual.

Partindo desse pressuposto, e acreditando no potencial de imaginação, encantamento e conhecimento que a leitura de um livro proporciona, a Semana Drummondiana propõe um conjunto de ações que apoiam e fomentam a democratização do livro, da leitura e da literatura, principalmente, envolvendo as obras Drummondianas.

“Procuramos mostrar que por meio de ações e atividades organizadas e direcionadas aos diversos públicos há o fomento da leitura e que, através dela, os sujeitos são partes essenciais no processo de transformação da sociedade e da própria vida”, destaca o superintendente.

Programação

Segundo informações da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), a abertura oficial do evento ocorreu na última sexta-feira (28/10), na Galeria da FCCDA, em Itabira. Uma novidade nesta Semana Drummondiana é a parceria com o Grupo La Trupe, que apresentará Intervenções Poéticas em diversos pontos da cidade, com o tema “Morrer acontece com o que é breve e se passa sem deixar vestígio. A Poesia, na sua graça, é eternidade”.

Finalizando a programação, na segunda-feira (31/10), serão apresentados ao público, os dez poemas finalistas da Seleção Nacional de Poesias, às 19h, no Memorial Carlos Drummond de Andrade.

Outras comemorações

O Instituto Moreira Salles organiza a sexta edição do “Dia D – Dia Drummond”. A ideia foi lançada em 2011, com o objetivo de fazer com que a data do nascimento do poeta Carlos Drummond de Andrade (31 de outubro de 1902) passasse a integrar o calendário cultural do país.

Exposições, sessões de cinema e visitas mediadas estão entre as atrações que tem o propósito de promover e difundir a obra do escritor pelo “mundo, mundo, vasto mundo”, assim como nos anos anteriores.

Tanto a programação do IMS como também das instituições parceiras estão disponíveis no site: www.diadrummond.com.br.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui