Projeto Broto da Vida leva conscientização ambientação a mais de sete mil alunos

Os estudantes também recebem dicas de preservação ambiental durante os encontros, além de material educativo

O projeto ambiental Broto da Vida, que é uma iniciativa da Câmara de João Monlevade e conta com apoio da Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, trabalha em 2017 para atingir mais de sete mil alunos das redes públicas municipal e estadual, bem como de escolas particulares. Estagiários do projeto, que são universitários do município, fazem uma verdadeira força tarefa para visitar as escolas da cidade até dezembro, a fim de disseminar a conscientização contra as queimadas. As visitas já agendadas totalizam 7175 estudantes atendidos.

Na tarde de hoje, 31, foram ministradas palestras para os turnos matutino e vespertino do Centro Educacional de João Monlevade (CEJM). Foi repassado aos alunos como as queimadas prejudicam o meio ambiente, bem como as formas mais comuns de provocá-las. Os alunos ainda foram informados sobre os bairros onde há maior incidência deste crime ambiental. Conforme apresentação, os bairros são Satélite, Areão, José de Alencar, Santo Hipólito, Promorar, Boa Vista, Santa Cruz, Loanda, Vila Tanque e Cidade Nova, respectivamente. Os estudantes também recebem dicas de preservação ambiental durante os encontros, além de material educativo.

Coleta seletiva e trabalho junto à Vigilância em Saúde

Outra vertente do Broto da Vida é a implantação e manutenção da coleta seletiva em João Monlevade. Estagiários do projeto também visitam escolas e creches para informar a correta separação de resíduos e a importância de contribuir para esta questão. Até o momento foram visitadas 15 instituições de ensino para trabalhar de forma educativa a coleta seletiva. Sobre o trabalho em parceria com a Vigilância em Saúde (Visa), os estagiários visitam diversos bairros da cidade, e de casa em casa trabalham para informar ao cidadão formas de prevenir doenças e combater endemias.

Para o presidente da Câmara, Djalma Bastos (PSD), a receptividade das escolas e dos alunos, bem como de toda comunidade, é um diferencial na busca de mais conscientização ambiental. “Trabalhar a conscientização ambiental deve ser feito de forma contínua, em especial com crianças. Por isto institucionalizamos o Broto da Vida, que a exemplo de outros projetos da Câmara, vem sendo realizado de forma eficaz. Este projeto é inclusive referência regional. Agradeço aos estagiários pelo empenho e à coordenação formada servidores da Câmara e Prefeitura, pelo trabalho”, declarou Djalma.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui