Projeto social vai ajudar mães e esposas de detentos de Itabira

De iniciativa da promotora de Justiça Giuliana Talamoni Fonoff, será implantado em Itabira, um projeto social voltado para mães e esposas de detentos que estão no presídio local. A iniciativa, denominada “Costurando Vidas”, vai profissionalizar as mulheres com cursos de costura e bordados. As técnicas serão repassadas pelo estilista itabirano Ronaldo Silvestre e poderão ser empregadas na confecção de almofadas, bolsas e sacolas, por exemplo.

As familiares dos detentos vão receber os valores arrecadados com a venda da produção. Segundo a promotora, as participantes do “Costurando Vidas” apenas entrarão com a dedicação e o desejo de aprendizado, já que o projeto prevê auxílio para transporte e fornecerá a matéria prima para a confecção dos artesanatos.

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui