Provedor do Hospital Margarida faz balanço e fala da reeleição

Reeleito para o cargo de provedor do Hospital Margarida por mais dois anos e empossado na última semana, o provedor da Associação São Vicente de Paulo (ASVP), mantenedora da casa de saúde, faz balanço positivo dos dois anos em que esteve à frente da entidade. Ele também projeta o novo mandato, visando muitas conquistas e parcerias em benefício do Hospital Margarida. Nesse contexto, ele reafirma que a união de todos é fundamental para fortalecer o hospital. Confira a entrevista:

Após e reeleição para a provedoria do Hospital, que balanço você faz dos dois anos e o que espera para o novo mandato?

Um balanço altamente positivo. Primeiro, por não permitir que o Hospital fechasse. Esse era o maior medo naquela ocasião. Segundo, pelos avanços conquistados, firmamos parcerias, estabelecemos diálogos, ajustamos condutas e, com isso, evitamos prejuízos, permitimos a participação de funcionários, médicos e comunidade.

Quais são as prioridades da diretoria nesse mandato?

Executar o planejamento estratégico construído ao longo desses dois anos passados, implantar um centro de custos para favorecer uma administração enxuta e sem prejuízos, favorecendo assim, a implantação ou cortes de serviços, além do trabalho continuado em prol das parcerias e do aumento do diálogo. Como na gestão passada, o treinamento e capacitação de funcionários será uma marca registrada dessa diretoria.

Como está a saúde financeira do Hospital na atualidade?

Não está bem como gostaríamos e trabalhamos para que estivesse. Apesar do esforço mútuo da população e das prefeituras da região, os governos estadual e federal não nos pagam aquilo que é nosso direito. Só para se ter uma ideia, o governo estadual nos deve recursos do ano de 2016. Isso tem inviabilizado melhores resultados.

Como a população tem ajudado o Hospital? Qual a importância de continuar ajudando?

A população tem ajudado com contribuição financeira através das contas de água e luz, troco solidário, contribuição direta e doações de serviços e produtos, além de muita compreensão. É preciso ressaltar que sem a ajuda da comunidade não teríamos condições de manter o Hospital Margarida funcionando como está. Com isso, estamos aos poucos superando. É triste ver Hospitais famosos fechando as portas, sem pagar décimo terceiro até hoje e ainda faltando medicamentos. Vamos evitar que o isso aconteça aqui, contribuindo e participando.

O Hospital tem recebido apoio de deputados de vários partidos. Isso mostra que a casa de saúde e apartidária?

Sim, nosso trabalho foi exatamente esse: mostrar aos políticos que além de apartidária a casa de saúde precisa de todos. Até por que, ali tem e atende eleitores de todos. Mostramos que poderiam confiar e ajudar porque há seriedade e a comunidade participa e ajuda. Não vamos esconder a gratidão a cada um, não cansamos de agradecer. Nossa missão é fazer o Hospital Margarida funcionar bem e, para isso, é preciso a união de todos.

Que mensagem o provedor deixa aos parceiros e à população para o futuro do Hospital?

Mensagem de esperança, de otimismo e gratidão, onde todos participam. Onde há harmonia e empenho, onde há profissionalismo, onde há seriedade, Deus proverá os resultados. Com as ações que estão sendo executadas, novos serviços serão agregados, vamos melhorar nosso querido Hospital Margarida a cada dia. Aqui é nossa casa, aqui é nosso primeiro e, às vezes, o único atendimento que temos e precisamos. Não deixemos o mau vencer o bem. O Hospital Margarida é nosso bem maior, acima das diferenças de cada um.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui