O serviço de asfaltamento custa R$ 1.187.988,86.

A qualidade do serviço de asfaltamento de quatro quilômetros da estrada das Pacas, ligando João Monlevade a São Gonçalo, voltou à pauta da Câmara de Vereadores de João Monlevade, na última reunião do ano legislativo, na tarde de ontem (14). Os parlamentares reclamaram mais uma vez da obra, apontada por eles de má qualidade.

Os vereadores Belmar Diniz (PT) e Thiago Araújo (Titó-PDT) foram quem começaram as discussões. Os dois relataram que na data anterior foram ver de perto as condições do asfalto e depois procuraram funcionários da Prefeitura de João Monlevade para se informarem melhor sobre as medições da obra.

“Mais R$ 1 milhão por 80% da obra já foi pago. Falta ainda pouco mais R$ 320 mil. Há reparos para serem feitos por causa da chuva e da má qualidade do serviço”, ponderou Belmar Diniz. O parlamentar pontuou ainda que por conta da qualidade da obra a empresa responsável pelos serviços foi notificada pela Prefeitura por duas vezes. Em uma das advertências, a empresa alegou que enfrenta dificuldades nos reparos por conta das chuvas.  Ainda conforme o vereador, a obra finalizada deve ser entregue em março do ano que vem.

Titó também falou sobre o assunto e comentou em vários pontos da estrada o asfalto está “trincando”. Além disso, para ele, a drenagem da pista não foi feita como deveria.  “Vários cascalhos estão espalhados, o que pode causar acidentes”, frisou o vereador que também cobrou melhorias para parte do bairro Nova Cachoeirinha. “O trecho que passa pelo bairro não está contemplado nessa hora, mas não quer dizer que ele não precise da melhoria”.

Em defesa da administração municipal, o vereador tucano Sinval Dias alegou que a Prefeitura está fazendo a parte dela. Ele também afirmou que o sistema de licitação deveria mudar, porque para as empresas ganharem o processo, com o melhor preço, acabam oferecendo produtos de menor qualidade.

O peemedebista Fabrício Lopez também  falou sobre a obra e ressaltou que no serviço de asfaltamento ainda faltam ser concluídas as sarjetas, pintura e sinalização do treco – que deve ser feito apenas depois da obra pronta. Ele pontuou ainda que a administração já possui projeto para asfaltamento do bairro Nova Cachoeirinha.

O serviço de asfaltamento do trecho João Monlevade – São Gonçalo custa R$ 1.187.988,86. A obra é aguardada há 20 anos pela comunidade do Nova Cachoeirinha, que também é beneficiada em partes. O caminho poderá ser usado ainda como rota alternativa à BR-381.  Oito quilômetros e meio da estrada das Pacas já foi pavimentada pela administração de São Gonçalo do Rio Abaixo. Na época, foram gastos R$ 8.524.061,55.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui