O feijão está mais caro em algumas regiões do Brasil, inclusive aqui no Distrito Federal. A redução da área de plantio e o aumento de preço da saca, por causa da estiagem, fizeram com que o feijão chegasse a R$ 8,99, o quilo.

De acordo com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), a produção do feijão na capital federal, em 2018, foi de 29 mil toneladas, com predominância do feijão carioquinha, cerca de 99,9% da safra.

O secretário adjunto da Secretaria de Agricultura do Distrito Federal, Luciano Mendes, explica que o aumento do preço também foi motivado pela praga da Mosca Branca. Segundo ele, o preço do quilo de feijão de R$ 8,99 deve permanecer até abril.

O secretário disse ainda que, em Brasília, as regiões que mais concentram a produção de feijão são: Paranoá, Planaltina e núcleos rurais como o Padef, Rio Preto, Jardim e Tabatinga.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui