Presidente do Sintramon, Isaura Bicalho: Prefeitura ainda não apresentou contraproposta para negociação com servidores públicos (Bell Silva)

A presidente do Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de João Monlevade (Sintramon), Isaura Bicalho, usou a Tribuna da Câmara de Vereadores na tarde da última quarta-feira (21) para falar sobre o reajuste salarial dos servidores e as negociações com a administração municipal.

Anúncios

A sindicalista pontuou que apenas um encontro com representantes da Prefeitura foi realizado, em 2 de março, para discutir a questão. De lá para cá, outros encontros que deveriam ter sido feitos para que a administração apresentasse a contraproposta do aumento salarial, foram desmarcados e até então seguem sem agendamento.
Isaura disse que o Sintramon apresentou para a prefeita Simone Moreira (PSDB) a pauta de reivindicação aprovada pelo funcionalismo público na qual o índice de reajuste aprovado em assembleia foi de 10%.

Continue lendo após o anúncio

“Chegamos ao número por meio de estudos que fizemos levamos em consideração a previsão de crescimento da receita enviada ao Sintramon pela Prefeitura, ou seja, de 14%”, disse Isaura que completou: “queremos também um vale alimentação de R$ 350,00 para todos, lembrando que desde 2014 o benefício não tem reajuste”. A manutenção das cláusulas já debatidas e acordadas em 2017 também foram colocadas para avaliação do Executivo.

“Peço o apoio da Câmara para a discussão das pautas econômicas, que são importantes para o trabalhador. Esperamos conseguir avanços a nível salarial, porque as remunerações estão bem defasadas”, pontuou a sindicalista. A Prefeitura não informou data para reunião com representantes do Sintramon. No ano passado, o reajuste concedido ao funcionalismo foi de 5,38%.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui