A Polícia Civil de Nova Era e agentes da Receita Estadual realizam nesta manhã de quinta (17) a “Operação Segunda Pele”, que apura a prática de crimes de organização criminosa, sonegação tributária e lavagem de capitais, praticados no setor de comércio de couro derivado do abate de animais.

Ao todo são cumpridos 47 mandados em diversas regiões de Estado.

Somente na região da 4ª Delegacia Regional da Polícia Civil, de João Monlevade, foram expedidos 13 mandados de busca e apreensão. Em Nova Era, um empresário do ramo de couro foi preso.

A operação é fruto da integração entre o Ministério Público de Minas Gerais, por meio da Coordenadoria Regional da Ordem Econômica e Tributária do Triângulo e Noroeste, da Promotoria de Justiça de Santa Vitória e do GAECO, com a Receita Estadual, Polícia Militar e Polícia Civil.

Segundo a polícia, a organização criminosa que adquire couro de frigoríficos e abatedouros de animais em Minas Gerais e os vendia para outros Estados, utilizando-se de pessoas físicas e jurídicas para o não pagamento do imposto devido.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui