Reconstituição de morte de PM vai até a madrugada; suspeitos participaram

A reconstituição do assassinato do sargento Célio Ferreira, realizada no bairro São João, na noite dessa quinta-feira (3), terminou no início da madrugada de hoje.

Além de dezenas de policiais militares e civis, os dois homens, principais suspeitos de terem matado o oficial participaram da ação. Eles estão detidos no presídio de João Monlevade, deixaram a unidade carcerária por volta das 23h e foram levados até o barracão onde o policial foi morto. O casebre fica ao lado do campo de futebol e não tem iluminação.

A princípio, a entrada e saída de moradores do bairro São João foi impedida. No decorrer dos trabalhos policiais, o acesso acabou liberado, sob a responsabilidade do morador permanecer em casa.

Veja os detalhes divulgados com exclusividade pelo site O Popular.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui