A Escola Estadual Doutor Ovídio de Andrade, de Ipatinga, no Vale do Aço, está entre as contempladas

Minas Gerais vai receber R$ 188 milhões para investir em Educação na região da Bacia do Rio Doce, impactada pelo rompimento da barragem em Mariana, em 2015. Deste total, mais de R$ 44 milhões serão aplicados em 210 escolas estaduais localizadas em 36 municípios na região banhada pelo curso d’água. Entre os municípios beneficiados estão São Domingos do Prata, Dionísio, São José do Goiabal e Sem-Peixe.

O cronograma de ações foi dividido em quatro eixos: reformas estruturais, mobiliário, incremento de tecnologia e educação profissional. As ações fazem parte do Projeto Estruturante de Fortalecimento da Educação Pública desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE).

O montante é resultado de acordo entre o Governo de Minas e a Fundação Renova, assinado em 4/8 e homologado pela 12ª Vara de Fazenda Federal, o que garante o repasse. O restante dos recursos será dividido entre as prefeituras para melhorias nas unidades de ensino municipais.

As obras vão começar em setembro e devem terminar em meados de 2022, ficando 100% concluídas ainda na atual gestão estadual.

Os primeiros recursos empenhados serão em locais que já aguardavam por intervenções estruturais. A intenção é garantir o funcionamento adequado das unidades de ensino. Para isso, serão destinados mais de R$ 19,2 milhões. Já para aplicação em mobiliário os recursos somam mais de R$ 12,5 milhões. Para incentivar e melhorar a apropriação de tecnologias digitais educacionais nos processos educativos serão investidos mais de R$ 87 milhões na melhoria das redes escolares.

Na sequência, serão destinados recursos para implementação da educação profissional.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui