Cidades que integram a regional de Saúde de Itabira já registraram 16 casos confirmados para febre amarela, sendo que, desses, quatro casos evoluíram para óbito. As informações foram divulgadas nesta terça-feira (6) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), em seu boletim semanal sobre a doença.

A cidade de Barão de Cocais é a que concentra o maior número de casos. São sete no total, com três mortes. Em seguida aparece Santa Bárbara com nove casos confirmados de Febre Amarela, e, dentre eles, dois óbitos registrados em janeiro, São Gonçalo do Rio Abaixo com quatro casos e São Domingos do Prata e Rio Piracicaba com um caso cada.

A cidade de Alvinópolis também registrou uma morte em decorrência da febre amarela. O município integra a regional de Saúde de Ponte Nova. Segundo a SES-MG, em todo o estado mineiro foram registrados, até o momento, 164 casos confirmados para febre amarela, sendo que, desses, 61 casos evoluíram para óbito.

Atualmente, a cobertura vacinal acumulada de febre amarela em Minas Gerais está em torno de 83,38%. No entanto, ainda há uma estimativa de 3.299.174 pessoas não vacinadas, especialmente na faixa-etária de 15 a 59 anos de idade, que também foi a mais acometida pela epidemia de febre amarela silvestre ocorrida em 2017.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) reforça que a medida mais importante para prevenção e controle da febre amarela é a vacinação. Por este motivo, toda pessoa acima de nove meses de vida que mora ou vai viajar para área rural, de mata ou silvestre deve procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) para se vacinar. Idosos acima dos 60 anos e gestantes devem ser avaliadas por uma equipe de saúde.

João Monlevade

Não há registros de pessoas infectadas por febre amarela em João Monlevade, segundo a coordenadora da Vigilância em Saúde (Visa) do município, Lucimara Guerra. Ainda segundo ela, os três macacos encontrados mortos na cidade e que foram enviados para exames em Belo Horizonte, ainda não tiveram o resultado da coleta do material, devido a grande demanda de avaliações. Em João Monlevade a taxa de vacinação populacional é de 90,29%.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui