A responsável pelo posto de Identificação da Câmara Municipal de João Monlevade, Tarsila de Figueiredo Bitencourt, pediu mais colaboração da população em relação aos serviços de emissão de carteiras de identidade. Isso porque chovem reclamações de requerentes que não conseguem agendar a emissão do documento, que é feita exclusivamente por telefone.

“Ainda precisamos contar com a colaboração da população em não reclamar, porque quando há queixas corre o risco até mesmo da expedição de documentos ser retirada da Câmara. O posto de Identidade da Polícia Civil de João Monlevade ficou quatro meses sem funcionar porque não tinha funcionário. Nesse período, se não estivéssemos atendendo, a população teria que deslocar a outras cidades para fazer a Identidade. É preciso ter paciência, pois estamos em fase de adaptação. O agendamento começa às 9h e tem dia que às 10h não temos mais vagas”, falou a servidora pública.

Tarsila explicou ainda que hoje são emitidas diariamente 25 cédulas de identidade, sendo que o documento é entregue na hora a o cidadão. “O posto está funcionando muito bem e desde a abertura emitimos 3 mil identidades desde novembro do ano passado. Para se ter ideia, nos meses de julho e agosto foram mais de 700 identidades. Todos os documentos precisam ter as digitais classificadas com uma lupa, para que cada linha seja contada. Esse trabalho tem que ser levado a Belo Horizonte a cada dois meses e não pode ter erro. Se eu errar, a pessoa nunca mais é encontrada. É tudo muito melindroso”, comentou.

A servidora pontuou ainda que a maior dificuldade dos funcionários do posto é em relação à falta de educação de algumas pessoas que procuram pelo atendimento. “Às vezes o funcionário está emitindo documento e o cidadão chega, desrespeita a gente e até xingas com palavrões. Tentamos tratar todo mundo com muito amor. O tratamento aqui é diferenciado e é por isso que o agendamento por telefone facilita para o requerente. Já pensou você vir três vezes ao posto? Uma para agendar, outra para fazer e outra para pegar o documento. Tem gente que não tem nem passagem para vir uma vez”, ponderou a funcionária que ressaltou: “a população tem que dar valor”.

Passo a passo para fazer o documento

A Câmara Municipal de João Monlevade possui parceria com a Polícia Civil de Minas Gerais, desde o ano passado, para realizar a emissão de Carteiras de Identidade por meio do Posto de Identificação.

Os agendamentos para a emissão da Carteira de Identidade são realizados, exclusivamente, pelo telefone 3852-4454, de segunda a sexta-feira, a partir das 9h. O agendamento é feito para confecção do documento no dia seguinte e obedece ao limite de 25 vagas por dia. A primeira via da Carteira de Identidade é gratuita.Para a confecção da segunda ou demais vias da Identidade, é necessário o pagamento do Documento de Arrecadação Estadual (DAE).

Documentos Necessários

– Solteiros: Certidão de Nascimento ORIGINAL e LEGÍVEL.
– Casados: Certidão de Casamento ORIGINAL e LEGÍVEL.
– Separados, Divorciados e Desquitados: Certidão de Casamento com Averbação ORIGINAL e LEGÍVEL.
– 2 fotos 3X4 RECENTES.
– DAE (Documento de Arrecadação Estadual) pago, no caso da segunda ou demais vias da Carteira de Identidade.

Posto de Identificação da Câmara emite 25 Carteiras de Identidade por dia
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui