O Rio de Janeiro investiga duas mortes ocorridas nesta terça-feira (17), que podem estar relacionadas ao coronavírus. Uma delas foi informada pela prefeitura de Miguel Pereira, no sul do estado. A paciente, uma mulher de 63 anos, apresentava sintomas da infecção.

Segundo a prefeitura, ela trabalhava na capital e esteve em contato direto com a empregadora, que chegou da Itália e testou positivo. A paciente deu entrada no hospital municipal luiz Gonzaga já em estado grave, diretamente do ambiente de trabalho. O laudo sobre a morte deve sair nesta quarta-feira.

O outro caso de morte investigado é de um paciente de Niterói, na região metropolitana, de 69 anos. Na noite desta terça-feira, o Hospital Icaraí, onde ele estava internado, informou que o paciente teve choque séptico e pneumonia, e que possuía história epidemiológica para o covid 19, já que teve contato com o enteado que veio de Nova Iorque com teste positivo.

Ele fazia parte do grupo de risco. O hospital informou que segue todos os protocolos recomendados pelo Ministério da Saúde para acompanhamento dos pacientes. Da mesma forma, a prefeitura de Miguel Pereira pediu a população que fique atenta às recomendações para evitar o contágio.

Se confirmada a suspeita de que as mortes têm como causa o coronavírus, os casos serão os primeiros óbitos pela doença no Rio de Janeiro. Os dois pacientes não constavam da lista de investigados. O último balanço da secretaria de saúde aponta que o estado tem 33 casos confirmados de coronavírus. Outros 859 pacientes são investigados e 194 suspeitas foram descartadas.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui