Secretária de Saúde de João Monlevade garante que vacinas não irão faltar

A secretária de Saúde de João Monlevade, Andréa Peixoto, garante que vacinas contra a febre amarela não irão faltar na cidade. No entanto, a secretária pediu paciência para a população. Isso porque, segundo ela, as doses são enviadas pelo Estado em lotes fracionados aos postos de saúde de João Monlevade.

“Não vai faltar vacinas, mas estamos recebendo, por enquanto, uma quantidade insuficiente. Assim que as doses acabam já pedimos mais. O que ocorre é que o Estado está priorizando os municípios onde têm surto da doença e nossa cidade não está em área de surto”, explicou a secretária.

Andréa enfatizou também que nessa semana João Monlevade recebeu 1 mil doses de vacinas. Para a próxima segunda-feira, dia 13 de fevereiro, outras 1.500 estarão disponíveis para a população. Crianças de 9 meses e de 4 anos têm prioridade na vacinação. João Monlevade, ainda de acordo com a secretária, não possui casos suspeitos e nem confirmados de febre amarela.

Filas

Grandes filas em postos de saúde de João Monlevade têm sido observadas ao longo dos dias. Dezenas estão madrugando na porta dos postos de saúde em busca da vacina contra a febre amarela. Apesar do anúncio de que as doses estão chegando aos poucos, a principal reclamação da população é devido à falta de informação.

Mortes em Minas

Mais duas mortes por febre amarela foram confirmadas pela Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG). Agora somam 68 óbitos devido à doença, e ainda há 93 casos em investigação, por suspeita de contaminação pela doença. Somente este mês já são mais 20 mortes confirmadas. Este ano, já foram notificados no estado 954 casos da febre amarela, dos quais 195 confirmados e 54 descartados. No começo de fevereiro somavam 774 notificações da doença.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui