Sede nova do Sevor começa a ser construída ainda neste mês

O sonho da sede própria para o Serviço Voluntário de Resgate (Sevor), de João Monlevade, está prestes a sair do papel e tornar-se realidade. É que nos próximos dias começa a construção da ‘casa própria’ dos voluntários. O anúncio foi feito na noite de ontem (11), durante posse da nova presidência da entidade.

A sede própria do Sevor será erguida na avenida Sebastião Simão de Almeida, no bairro Sion. O terreno foi cedido à entidade no final do ano passado, quando os vereadores da cidade autorizaram a concessão de direito real de uso do imóvel. O local foi apontado como ideal pelos membros do grupo devido à sua localização estratégica, próximo à saída de João Monlevade, e por seu tamanho, que de acordo com os voluntários, é adequado às suas necessidades e projetos.

Anúncios
Continue lendo após o anúncio

O novo presidente do Sevor, Renato Luiz Carvalho, enfatizou que a intenção do grupo é de que até o segundo semestre do ano que vem o primeiro pavimento da sede nova esteja pronto. Com isso, o Sevor passará a funcionar no local. Ele ressaltou que além da ‘casa própria’, o grupo enfrenta desafios como manter a frota de ambulâncias – que é antiga – e também conseguir combustível para os carros.

O Sevor, segundo Renato, recebe mensalmente doação de 350 litros de combustível da Prefeitura de João Monlevade. No entanto, o gasto por mês, gira em torno de mil litros. “O combustível é o nosso grande gargalo. Além disso, só na última semana desembolsamos cerca de R$ 5 mil em manutenção corretiva das ambulâncias”, comentou.

Conquistas recentes

À frente do Sevor há poucos dias, Renato Carvalho disse ter conseguido algumas parcerias novas para os voluntários. Entre elas, destaque para cessão de uma sala, anexo à lanchonete do posto Lulu, onde será montado o escritório administrativo da entidade e um sistema de estoque foi conseguido junto à empresa EMC Sistemas.

A partir de agora, os integrantes do Sevor também contarão com acompanhamento de uma psicóloga que irá desenvolver atividades junto com a equipe e terão curso de aperfeiçoamento com professora de redação para aprimorar os boletins emitidos. Além disso, a Doctum oferecerá descontos nas mensalidades de cursos superiores e o Sest/Senat será parceiro em treinamentos. “Temos muitos projetos para colocarmos em prática e contamos com toda a equipe”, frisou Renato.

Avaliação do ex-presidente

O ex-presidente do Sevor, Humberto Fernandes, destacou os quatro anos que esteve à frente do Sevor disse que houveram muitas conquistas. Ele pediu ainda aos voluntários que abracem mais a causa. O discurso dele, marcado pelo otimismo, foi enfatizado pelo presidente de honra do Sevor, Hamilton Páblio Lpoes, que além de destacar o trabalho voluntário, ressaltou que novos desafios virão aos voluntários. “Acredito em vocês. Nós sabemos o que queremos e onde vamos chegar”, falou.

 

 

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui