O início do ano letivo nas escolas da rede municipal de ensino de João Monlevade foi adiado do dia 4 para o dia 18 de fevereiro. A mudança da data, conforme a Secretaria de Educação Municipal, ocorre por falta de dinheiro devido ao atraso de repasses do Governo Estadual nas primeiras semanas do ano.

A decisão de atrasar o início do ano letivo é uma forma de pressionar o governador Romeu Zema (Novo) em regularizar as transferências. As escolas devem se organizar para trabalhar com mais sábados letivos e estender as aulas até o final de dezembro para cumprir o calendário.

A secretária de Estado de Educação, Julia Sant’Anna, durante o primeiro encontro com os superintendentes das 47 Regionais de Ensino de Minas Gerais, nesta segunda-feira (21), reforçou o compromisso da nova gestão em garantir a tranquilidade dos profissionais na volta ao trabalho.

Anúncios

“Estamos começando o ano letivo com a regularização dos repasses das escolas. Precisamos garantir que as pessoas nas unidades escolares tenham tranquilidade para trabalhar. Então, agora no início do ano, estamos totalizando repasses de R$ 48,7 milhões”, disse a secretária. O início do ano letivo 2019 está previsto para o dia 7 de fevereiro, quando cerca de 2,1 milhões de alunos retornam às aulas.

Julia Sant’Anna também destacou que a atual gestão está em dia com os repasses aos municípios referentes ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). “Essa é uma mensagem de compromisso”, afirmou a secretária.

Rede estadual

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação informou que as aulas na rede estadual de ensino estão mantidas para terem início no dia 7 de fevereiro.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui