Sem novidades: falta dinheiro para obras de duplicação da BR-381

Superintendente do DNIT participou de reunião na Acita em Itabira (Divulgação /Acom –Acita)

Representantes das Associações Comerciais (ACE’s) do Médio Piracicada estiveram reunidos no início da semana, no auditório da Acita – Associação Comercial Industrial de Serviços e Agropecuária de Itabira para discutir um Plano Regional de Desenvolvimento. O encontro contou com a participação do Superintendente do DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes de Minas Gerais, Fabiano Martins Cunha. Na pauta da reunião as obras de duplicação e melhorias na BR-381.

Fabiano Cunha, fez uma apresentação sobre o atual cenário das obras da rodovia 38 e pontuou que as notícias não são animadoras, pois a falta de recursos financeiros impede a celeridade das obras. De acordo com o superintendente o investimento total previsto para o trecho de 303 km deveria ser de R$ 5,14 bilhões e foram investidos até o momento apenas R$ 758 milhões.

O trecho que vai do trevo de Itabira a Caeté também está comprometido por falta de recursos. De acordo com Fabiano Cunha, aproximadamente R$ 510 milhões deveriam ser empenhados pelo Governo Federal, mas até o momento apenas R$ 228 milhões foram investidos.

Mesmo com toda dificuldade o superintendente afirmou que as obras tiveram um avanço significativo e que para manter o mesmo ritmo um planejamento estratégico já foi montado para 2018. “Estamos solicitando um acréscimo de R$ 100 milhões na verba prevista para este ano, com isso conseguiremos ampliar 30 km de pavimentação. Na situação atual é o que podemos cumprir, estamos comprometidos a concluir essa obra”, garantiu Fabiano Cunha.

Estiveram presentes representantes das Associações Comercias das cidades de Alvinópolis, Barão de Cocais, Santa Bárbara, João Monlevade, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, Bela Vista de Minas, Nova Era e uma participação da Associação de Nova Lima, que compareceu à reunião para conhecer o movimento.

Formado em 2016, o movimento de união das associações da região debate, desde então, pontos que resultariam em um desenvolvimento conjunto dos municípios. O principal tema debatido tem sido a duplicação da BR-381.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui