Servidores públicos de João Monlevade estão em estado de greve e vão parar na semana que vem

Servidores municipais fizeram assembleia na tarde desta quinta-feira (Divulgação Sintramon)

O Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores no Serviço Público de João Monlevade (Sintramon) fez uma assembleia com o funcionalismo no final da tarde desta quinta-feira. Os presentes no encontro deliberaram pelo estado de greve e paralisação das atividades nas próximas terça e quarta-feira – 17 e 18 de março.

A decisão vem de encontro à não apresentação de uma contraproposta de reajuste salarial por parte da administração municipal de João Monlevade. A Comissão de Negociação da Prefeitura alegou não ter os cálculos prontos, justificando a pandemia declarada pelo coronavírus e o atual cenário econômico do país.

A mesa de negociações foi realizada horas antes da assembleia dos funcionários públicos para dar mais agilidade nas negociações.

A proposta apresentada pelos servidores à prefeita Simone Moreira é 18,2% de aumento salarial, mais um reajuste no vale-alimentação de R$ 235 para R$ 400. No ano passado, a chefe do Executivo não negociou com a categoria, que amargou reajuste zero nos salários e o congelamento no vale-alimentação.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui