Sinval cumpre determinação da Justiça e pede desculpas publicamente para Belmar

Sinval arremessou um livro na cara de Belmar, que revidou o ataque. Briga foi parar na Justiça (Arquivo OP)

O vereador Sinval Dias (PSDB) pediu desculpas publicamente ao colega Belmar Diniz (PT) por tê-lo agredido com uma livrada na cara. A ação do tucano ocorre por determinação da Justiça. Ele também vai ter que doar 15 cestas básicas ao Asilo Lar São José.

Em sua fala na Tribuna de Vereadores, na tarde dessa quarta-feira (11), Sinval disse que no dia da agressão perdeu o controle emocional. Ele pontuou também que sua atitude foi reprovada pelo Judiciário por incitar a violência.

“Peço desculpas também à sociedade de João Monlevade. O fato que aconteceu incentivou a violência. A partir do momento que cheguei o livro no rosto da pessoa incentivei a violência. Não fui criado dessa maneira. O difícil é vir aqui fazer o que estou fazendo. Maior orgulho de pedir desculpas. A amizade tem que continuar e não podemos incentivar a violência. Não tinha necessidade disso, mas acaba que muitas vezes acontece discussão até pior. Estou aqui pedindo desculpas para continuar a pessoa que sempre fui”, falou.

Desde a briga, Sinval e Belmar não conversam. O presidente da Câmara, vereador Leles Pontes (Republicanos) pediu aos dois que reconsiderem a relação e voltem a conversar.

Só o tempo

“Democracia, respeito e civilidade fazem parte da boa convivência entre as pessoas. Convivo com Sinval há 11 anos e não esperava acontecer o que aconteceu. Não queria que o pedido de desculpas partisse de ação judicial. Não precisava chegar a tanto. O tempo vai ajudar a reconquistarmos a confiança e a amizade. Temos que dar bom exemplo para sociedade e vou acreditar que as coisas vão mudar”, falou Belmar depois do pedido de desculpas.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui