Sinval vai pagar cestas básicas e pedir desculpas por bater em Belmar

Sinval arremessou um livro na cara de Belmar, que revidou o ataque. Briga foi parar na Justiça (Arquivo OP)

O vereador de João Monlevade, do PSDB, Sinval Dias, vai ter que pagar 15 cestas básicas e ainda pedir desculpas publicamente ao colega Belmar Diniz (PT) por ter batido nele com um livro. A agressão aconteceu numa reunião ordinária do dia 10 de abril desse ano. Belmar processou Sinval pelo ato e o tucano recorreu alegando ter sido ofendido por conta da sua idade.

Nessa  quarta-feira (4), os dois vereadores chegaram a  um acordo durante audiência no Fórum de João Monlevade. Sinval terá que se desculpar publicação pelos seus atos na reunião da semana que vem, dia 11. Ele também deve entregar as doações de alimentos ao Asilo Lar São José até o dia 10 de janeiro.  O não cumprimento do acordo implicará em multa de R$ 1 mil.

Ao término da audiência, o vereador Belmar Diniz, comentou o assunto. “Houve falta de respeito pelo vereador que me agrediu. Que isso não se repita. Quero que a Câmara instaure o Conselho de Ética”, pontuou o petista.  A proposta da criação do conselho surgiu após o episódio de agressão ter repercutido negativamente na Câmara. No entanto, o processo não deu caminhamento.

Relembre a briga

Sinval Jacinto agrediu o colega da oposição Belmar Diniz com o livro de registro para falas na Tribuna. O vereador jogou o objeto na cara de Belmar, que revidou o ataque com o próprio livro. A agressão aconteceu depois que o petista criticou Sinval, que fazia  uso da palavra livre em defesa da atuação da prefeita Simone Moreira (PSDB).

 

 

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui