Clemente foi homenageado com o Diploma de Honra ao Mérito. Fotos Bell Silva

O socorrista do Serviço Voluntário do Resgate (Sevor), Carlos Clemente Teixeira, que atua como voluntário na cidade desde 1991 foi homenageado da noite desta quarta-feira (8), na Câmara Municipal de João Monlevade com o Diploma de Honra ao Mérito. A homenagem foi uma iniciativa do vereador Belmar Diniz (PT), e aprovada na Reunião Ordinária realizada no dia 13 de setembro.

Diante dos inúmeros trabalhos voluntários realizados por Clemente, ao longo de 26 anos de atuação na cidade, a homenagem foi merecida.

Em 1991 iniciou como voluntários no 45º Grupo de Escoteiros de João Monlevade, ajudando crianças e adolescentes a tocar fanfarra. Em 1996 ingressou na Cruz Vermelha, onde participou de várias ações sociais, tais como: arrecadação de alimentos, brinquedos e agasalhos, campanhas de vacinação, atendimentos de primeiros socorros em eventos, dentre outros. Dois anos depois, em 1998, foi criada no Grupo de Escoteiros uma equipe denominada “Escoteiros Emergência”, sendo os voluntários treinados pelo Corpo de Bombeiros de Ipatinga para prestar serviços de resgate em Monlevade. Já em 2001 essa equipe foi desvinculada do Grupo de Escoteiros e passou a ser uma entidade independente denominada Sevor, onde atua até os dias de hoje.

Para Clemente o grande prazer da vida é participar de trabalhos voluntários e de ações sociais, onde tem a oportunidade de ensinar crianças e adolescentes a tocar fanfarra no Grupo de Escoteiros, arrecadar roupas, cestas básicas e brinquedos, e doar às pessoas mais carentes através do “Grupo Amigo Solidário”, e em especial, salvar vidas junto à equipe do Sevor.

Em seu discurso Clemente agradeceu a Deus pelo dom de ajudar o próximo, sua mãe e ao autor da indicação, vereador Belmar pela iniciativa e toda equipe do Sevor. “É muito gratificante ser reconhecido pelo trabalho que realizo há mais de 30 anos. Já realizei milhares de atendimentos e não existe satisfação melhor que salvar uma vida. Espero continuar realizando este trabalho por muitos e muitos anos. Haja chuva ou haja sol, sempre o Sevor estará pronto para atender a população”, disse.

Belmar Diniz disse que Clemente é uma pessoa simples e honesta. “O Clemente me cativou desde a primeira vez que esteve em meu gabinete para uma ajuda para os Amigos Solidários. Ele pede ajuda, realiza e manda o convite e depois, manda todas as fotos do evento como forma de prestação de contas. Humildemente chega com uma camisa como forma de agradecimento. É uma honra para Monlevade tê-lo aqui. Que Deus te dê muitos anos de vida para continuar prestando este serviço”, disse o parlamentar em seu pronunciamento durante a homenagem.

O presidente da Câmara, vereador Djalma Bastos (PSD) parabenizou o Sevor pelos 17 anos de serviços prestados na cidade e região e ao homenageado. “Ao Clemente acho que dispensa comentários. O ato de servir o outro não é fácil, e o Clemente faz isso ajudando as pessoas no dia-dia, e esse dom que Deus deu a ele tem que ser valorizado. Que as pessoas possam seguir o seu exemplo”, disse Djalma.

O presidente de honra do Sevor, o médico Hamilton Páblio foi convidado a compor a mesa durante a cerimônia. Ele parabenizou o homenageado e disse que “é uma honra muito grande para nós ter você em nosso grupo. Você é antes da hera do Sevor e foi um dos primeiros a integrar o grupo. Dentre as pessoas tantas pessoas especiais, temos o Clemente. É prazeroso dividir espaço com uma pessoa como você”, pontuou Hamilton. Ele ainda entregou para Clemente um banner, em nome do Sevor, como reconhecimento pelos trabalhos prestados junto a entidade.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui