A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber impediu o governo federal de bloquear R$ 74,5 milhões das contas do estado de Minas Gerais. O bloqueio seria realizado porque o governo estadual não pagou parcelas de empréstimos feitos com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A decisão de Rosa Weber tem caráter liminar, temporário, e o mérito da ação ainda deve ser analisado por um colegiado. Com isso, a ministra atendeu a um pedido do governo mineiro, que citou a situação de penúria das contas do estado para justificar o calote. Minas Gerais tenta aderir ao programa de recuperação fiscal da União.

Rosa Weber tomou a decisão na sexta-feira (1º), mas só nessa quarta (6) o Supremo divulgou as informações. A ministra entendeu que a execução da dívida poderia agravar a situação do estado e prejudicar a prestação de serviços públicos essenciais e o pagamento de salários.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui